Página Inicial | Mapa da cidade | Telefones Úteis | Fale conosco | Webmail | Horoscopo e tarot | chat | Receber noticias
Notícias :
Previous Next
Itaquaquecetuba: Ponto de Cultura encena Sítio do Pica-Pau Amarelo em homenagem ao Dia Nacional da Literatura Infantil
Itaquaquecetuba

DSC_9745

No Brasil, em 18 de abril comemora-se o Dia Nacional da Literatura Infantil. Para celebrar a data e homenagear um dos maiores literários do país, sendo Monteiro Lobato, a prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da secretaria municipal de Cultura e Turismo apresentou nesta quarta-feira um Ponto de Cultura especial com a exibição do espetáculo teatral “Sítio do Pica Pau Amarelo”.

Itaquaquecetuba: Ponto de Cultura encena Sítio do Pica-Pau Amarelo em homenagem ao Dia Nacional da Literatura Infantil

DSC_9745A peça foi encanada na Praça Padre João Álvares por alunos e integrantes do curso municipal de Teatro.

Com figurino colorido, coreografias animadas e texto na ponta da língua, a encenação atraiu a atenção do público variado que passava pela área central da cidade no momento do evento (entre 12:00 horas e 13:00 horas).

Nítida a feição de contentamento dos munícipes que puderam conferir a apresentação especial em homenagem à cultura brasileira.

Vale lembrar que o projeto Ponto de Cultura acontece semanalmente (todas as quartas-feiras), sendo devidamente apresentado por Maria Ana Rosa (a Nena Mar). À cada apresentação são exibidas variadas formas e expressões desenvolvidas por artistas da cidade e região.

Para mais informações sobre o projeto e conferência da programação, o telefone é: 4754-2111.

Sinopse: Sítio do Pica-Pau Amarelo

Monteiro Lobato foi um dos maiores autores da literatura infanto-juvenil brasileira. Nascido em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882, iniciou sua carreira escrevendo contos para jornais estudantis. Em 1904 venceu o concurso literário do Centro Acadêmico XI de Agosto, época em que cursava a faculdade de direito.

Como viveu um período de sua vida em fazendas, seus maiores sucessos fizeram referências à vida num sítio, assim criou o Jeca Tatu, um caipira muito preguiçoso.

Depois criou a história “A Menina do Nariz Arrebitado”, que fez grande sucesso. Dando sequência a esses sucessos, montou a maior obra da literatura infanto-juvenil: O Sítio do Pica-Pau Amarelo, que foi transformado em obra televisiva nos anos oitenta, sendo regravado no final dos anos noventa.

Dentre seus principais personagens estão D. Benta, a avó; Emília, a boneca falante; Tia Nastácia, cozinheira que preparava famosos bolinhos de chuva, Pedrinho e Narizinho, netos de D. Benta; Visconde de Sabugosa, o boneco feito de sabugo de milho, Tio Barnabé, o caseiro do sítio que contava vários “causos” às crianças; Rabicó, o porquinho cor-de-rosa; dentre vários outros que foram surgindo através das diferentes histórias. Quem não se lembra do Anjinho da asa quebrada que caiu do céu e viveu grandes aventuras no sítio?

Dentre suas obras, Monteiro Lobato resgatou a imagem do homem da roça, apresentando personagens do folclore brasileiro, como o Saci Pererê, negrinho de uma perna só; a Cuca, um jacaré fêmea muito malvado; e outros. Também enriqueceu suas obras com obras literárias da mitologia grega, bem como com personagens do cinema (Walt Disney) e das histórias em quadrinhos.

Na verdade, através de sua inteligência, mostrou para as crianças como é possível aprender através da brincadeira. Com o lançamento do livro “Emília no País da Gramática”, em 1934, mostrou assuntos como adjetivos, substantivos, sílabas, pronomes, verbos e vários outros. Além desse, criou ainda Aritmética da Emília, em 1935, com as mesmas intenções, porém com as brincadeiras se passando num pomar.

Monteiro Lobato morreu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade, no ano de 2002 foi criada uma Lei (10.402/02) que registrou o seu nascimento como data oficial da literatura infanto-juvenil.

PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICA PAU AMARELO

Dona Benta Encerrabodes de Oliveira, nome da avó de Pedrinho e Narizinho, dona do Sítio do Pica-Pau Amarelo. Dona Benta é uma expert em geografia, adora contar história para seus netos, que com muita atenção e imaginação ouvem maravilhados.

Narizinho é o apelido carinhoso de Lúcia, neta de Dona Benta. O motivo do apelido foi seu nariz arrebitado. Narizinho ao contrário de Pedrinho, seu primo, morava com Dona Benta no sítio. Já Pedrinho só aparecia no sítio nas férias, dia que Emília contava nos dedos para que chegasse logo, pois a presença de Pedrinho é sinônimo de muitas aventuras.

Pedrinho é o Neto querido de Dona Benta e o primo querido de Narizinho. Menino educado na cidade tem um grande coração. Destemido, Pedrinho adora passar as férias no sítio, onde vive grandes aventuras na terra do faz de conta, embaladas pelas histórias contadas por Dona Benta, que são sempre regadas com os quitutes de Tia Nastácia.

Tia Nástacia. Trabalha no sítio da Dona Benta e ajuda a criar Pedrinho e Narizinho, foi também a criadora da irreverente e tagarela boneca Emília. Tia Nastácia é uma espécie de faz de tudo, quituteira de mão cheia, seus bolinhos e rosquinhas de polvilhos são delícias saboreadas pela família e amigos. Além de cuidar dos afazeres domésticos, também é uma excelente contadora de 'causos'.

Emília a boneca de pano, traquina e irreverente, criada por Tia Anastácia, tem os olhos de retrós preto e sobrancelhas levantadas. Foi Doutor Caramujo que inventou a pílula da fala fazendo com que a boneca virasse uma matraca. Metida a filósofa, Emília acredita que "A verdade é uma espécie de mentira bem pregada das que ninguém desconfia".

Visconde Sabugosa. Um boneco feito de sabugo de milho, com cartola na cabeça e um sinal de coroa na testa. O verdadeiro sábio do sítio que de tanto estudar, um dia, quase morreu empanturrado de álgebra. Seu passatempo é ensinar geografia e geologia para a turminha do sítio. Foi o Visconde que ajudou a descobrir petróleo nas terras do sítio.

O Porquinho Rabicó, criado no sítio desde pequeno, foi salvo pelo amor de narizinho que impediu que o comilão porquinho fosse para o forno. Mais tarde esse porquinho vira Marquês e passa a participar das aventuras da turma.

ALUNOS DO GRUPO MUNICIPAL DE TEATRO

DONA BENTA: MARCELO WENDEL

TIA NASTÁCIA: LUCAS MARIANO

EMÍLIA: EDUARDA RODRIGUES

NARIZINHO: LAVÍNIA CASSEMIRO

PEDRINHO: WILLIAN JHONY

IGOR BRUNO: VISCONDE DE SABUGOSA

MARQUÊS DE RABICÓ: MATEUS RODRIGUES

AMIGA DE NARIZINHO: GABRIELLE CARDOSO

COREOGRAFIAS: MATEUS RODRIGUES

APOIO: BEATRIZ OLIVEIRA

COORDENAÇÃO E PESQUISA: ELISANGELA SANCHEZ

MÚSICAS: EMÍLIA BONECA DE PANO – BABY CONSUELO

TIA NÁSTACIA – ZECA PAGODINHO

Neirylene Cunha de Sena

Fotos: Wiliam Rita

Secom Itaquaquecetuba

 

Receber Noticias por email

Cadastre seu email no campo abaixo

 

Ultimas publicações da região