Página Inicial | Mapa da cidade | Telefones Úteis | Fale conosco | Webmail | Horoscopo e tarot | chat | Receber noticias
Notícias :
Previous Next
Prefeitura de Itaquaquecetuba vai realizar blitzes em posto de gasolina
Itaquaquecetuba

Em decorrência de várias irregularidades que vêm acontecendo nos últimos dois meses no posto de gasolina Visão, localizado na Antiga Estrada São Paulo-Rio, 1978, no bairro do Monte Belo, em Itaquaquecetuba, a Prefeitura de Itaquaquecetuba vai realizar nos próximos finais de semana blitzes envolvendo a Guarda Municipal, a Polícia Civil, a Polícia Militar e fiscais do Executivo visando restabelecer a segurança no local.

Prefeitura de Itaquaquecetuba vai realizar blitzes em posto de gasolina

Segundo informações de funcionários do posto, constam no local várias irregularidades como desrespeito à Lei do Silêncio, comércio ilícito de drogas, prostituição, comércio clandestino de bebidas, ameaça aos funcionários através de arma de fogo, roubo à loja de conveniências e vandalismo nas lixeiras.

A reclamação é que, na sexta e sábado, entre meia-noite e 8 horas, o posto vem recebendo cerca de 300 pessoas, grande parte formada por jovens, que estariam reunidas, escutando um som muito alto e fazendo uso de drogas.

“Sofremos muitas ameaças aqui. Eles ligam o som bem alto e até a conveniência já foi roubada. Ninguém consegue entrar no posto e não vendemos nada. Quando a Polícia Militar passa por aqui, o pessoal sai, mas assim que a polícia vai embora, eles voltam e tudo continua na mesma”, reclama um funcionário que prefere não se identificar.

Durante entrevista à TV Diário, na quarta (dia 9), o prefeito de Itaquaquecetuba, Armando Tavares Filho, o Armando da Farmácia, disse que o dono do posto “não deve fechar o empreendimento” e que o município deve fazer a sua parte para garantir a segurança de todos. “Vamos intensificar o policiamento no local através da formação de um grupo com policiais civis e agentes da Guarda Municipal. Mas é importante também que a Polícia Militar participe, inclusive para garantir a segurança dos fiscais da prefeitura em relação à fiscalização da Lei do Silêncio e ao comércio clandestino”, ressaltou Armando da Farmácia.

Acompanhando o prefeito durante a entrevista, o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Rubens Braga do Amaral, lembrou que se trata de um problema de segurança pública. “A principal atribuição do Executivo, nesse caso, é em relação ao cumprimento da Lei do Silêncio e aos casos de comércio clandestino. Mas o município faz a sua parte, fiscalizando essa situação que envolve várias irregularidades”, conclui.

 

Denise Gabriel

Secom Itaquaquecetuba

 

Receber Noticias por email

Cadastre seu email no campo abaixo

 

Ultimas publicações da região