Página Inicial | Mapa da cidade | Telefones Úteis | Fale conosco | Webmail | Horoscopo e tarot | chat | Receber noticias
Notícias :
Previous Next
Prefeito de Mogi das Cruzes assina documento para instalação de usina de incineração de lixo
Mogi Das Cruzes

240412-usina-int

O prefeito Marco Bertaiolli assinou, nesta terça-feira (24/04/2012), o primeiro documento que coloca Mogi das Cruzes na vanguarda do tratamento e disposição final de resíduos sólidos, enterrando por definitivo qualquer risco de a região de Mogi das Cruzes receber um aterro sanitário. O melhor e mais adequado tipo de empreendimento para a região será definido pela Sabesp. A reunião que estabeleceu a parceria ocorreu no Palácio dos Bandeirantes e contou com a presença do vice-governador, Guilherme Afif Domingos, além dos prefeitos de Arujá, Biritiba Mirim, Guararema e Salesópolis, que também farão parte deste consórcio.

Prefeito de Mogi das Cruzes assina documento para instalação de usina de incineração de lixo


240412-usina-int“Participamos hoje de uma reunião histórica. A questão da destinação dos resíduos sólidos vem sendo discutida há muito tempo na região e hoje assinamos uma parceria com a Sabesp que colocará o Alto Tietê na linha de frente desta área, com a implantação de tecnologia moderna e uma destinação ambientalmente correta”, afirmou Bertaiolli logo após a reunião.
Entre as propostas a serem analisadas, destaca-se a usina de incineração e geração de energia - modelo mais avançado e de menor custo até mesmo que um aterro. A Sabesp será a encarregada de elaborar o estudo final de viabilidade e a modelagem completa de unidade para o tratamento e a disposição final de resíduos sólidos urbanos, utilizando tecnologia com garantia de desempenho e operação comprovadas.
A estatal paulista possui modelos de usinas que permitem a queima de resíduos sólidos sem poluição ambiental, ao mesmo tempo que geram energia para venda a empresas locais. A estimativa da Sabesp é de que os cinco municípios consorciados produzam cerca de 400 toneladas de lixo por dia. Uma projeção para os próximos 20 anos permite deduzir que uma usina com capacidade para 500 toneladas/dia seja ideal para o grupo - com possibilidade de ampliação posterior da planta.
“Esta é a solução para um problema que vem se arrastando por mais de 20 anos. Somos um pólo de região, um município responsável pelo armazenamento e abastecimento de águas da Região Metropolitana do Estado de São Paulo. Portanto, temos a obrigação de buscar com responsabilidade a solução definitiva para o tratamento dos resíduos”, destaca Bertaiolli, responsável pela aglutinação dos cinco municípios do Alto Tietê no consórcio, um modelo que também pode ser considerado pioneiro quando o assunto é resíduo sólido.
A presidente da Sabesp, Dilma Pena, e o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni, participaram da reunião desta terça-feira e destacaram a importância do documento firmado entre as prefeituras e o Estado. Dilma Pena lembrou que a Sabesp vem realizando pesquisas sobre o que há de mais moderno no mundo no setor de destinação de resíduos sólidos.
Já Giriboni classificou a parceria com os cinco municípios como “pioneira”. Ele lembrou que o consórcio pode ser um modelo para todo o Estado. "A Sabesp recebeu autorização legal para tratar de resíduos sólidos e queremos fazer um trabalho marcante, que sirva de exemplo para os demais municípios paulistas. É o que pode ocorrer com a região", frisou.
Bertaiolli frisou que assuntos como este exigem soluções em grupo por parte dos municípios: "Estamos ultrapassando a marca de mais de 1,5 milhão de pessoas com as fronteiras praticamente encostadas na Capital, portanto, os assuntos devem ser discutidos de forma regionalizada, sempre de forma responsável, visando o desenvolvimento sustentável e uma postura de estar à frente dos problemas de forma transparente”, disse o prefeito. (MAS)

 

Secom Mogi das Cruzes

 

Receber Noticias por email

Cadastre seu email no campo abaixo

 

Ultimas publicações da região