Página Inicial | Mapa da cidade | Telefones Úteis | Fale conosco | Webmail | Horoscopo e tarot | chat | Receber noticias
Notícias :
Previous Next
Cerca de 5 mil comparecem à abertura do I Salão Internacional do Livro de Suzano

A abertura do I Salão Internacional do Livro de Suzano contou com a presença de quase 5 mil pessoas, na noite de sexta-feira (13/4), no Parque Municipal Max Feffer.

Cerca de 5 mil comparecem à abertura do I Salão Internacional do Livro de Suzano

O prefeito de Suzano, Marcelo Candido, destacou a importância do evento para a cidade e região. “Um salão como este é histórico e deve ultrapassar as fronteiras partidárias e do tempo. Torço para que os próximos governantes tenham a mesma sensibilidade. Que este salão seja o primeiro de muitos”, disse.

Segundo o prefeito, nos próximos dias será encaminhado à Câmara de Suzano o Plano Municipal de Educação, composto por ações pensadas para os próximos dez anos, e que tem o Salão Internacional do Livro entre suas propostas. “Esperamos que o plano seja aprovado. Com isso, teremos mais um referencial que dará sequência ao ambiente que queremos criar nesta cidade”, enfatizou.

Marcelo Candido dedicou a seu pai, o deputado estadual José Cândido, que morreu em fevereiro, a realização do evento. “Há dois meses meu pai resolveu nos deixar. Dedico a ele este momento de celebração da vida. Ele teve uma vida intensa que pode e deve ser contada em livro”, afirmou.

A secretária de Educação, Sônia Kruppa, fez um agradecimento especial aos funcionários e funcionárias que trabalharam na realização do evento. Segundo ela, o Salão Internacional do Livro foi idealizado há dois anos e a equipe não mediu esforços para obter o resultado.

“Estamos juntos nos desafios de melhoria da qualidade da escola pública e do acesso da população aos livros. O livro é um direito e este salão proporciona o acesso dos cidadãos a ele”, disse.

As pessoas que compareceram à abertura do salão puderam conhecer toda a estrutura, que conta com estandes de mais de 400 editoras, espaços temáticos, uma praça de leitura e praça de alimentação.

Devido ao grande público, a palestra do filósofo e escritor Mario Sérgio Cortella foi realizada no hall central do salão. Professores, estudantes e autoridades participaram da aula com o autor de vários livros na área de Filosofia, Ciências da Religião, Ética, Responsabilidade Social, Educação e Gestão de Conhecimento.

Cortella enfatizou a importância do livro na formação do cidadão: “O livro liberta e emancipa o ser humano”. O escritor também falou de sua preocupação com o analfabetismo ainda existente no país. “Somos um dos poucos países que têm em sua bandeira uma frase e ainda temos, infelizmente, 15 milhões de pessoas que são incapazes de ler o que está escrito no pavilhão nacional”, afirmou.

Em sua palestra, Cortella falou ainda sobre a homenageada do salão, Carolina Maria de Jesus, autora de vários livros, sendo o mais famoso “Quarto de Despejo”. Este é o ano do centenário do nascimento da autora.

“Carolina usou aquilo que mais a vitimava para escrever. Escreveu um livro para ‘desenvergonhar’. Ela continua viva na obra que nos deixou, viva em um livro, lugar em que existe a abundância de ideias e emoções”, ressaltou.

Também participaram do evento o vice-prefeito de Suzano, Walter Roberto Bio; a professora da Universidade Popular do Porto, Teresa Medina; o vereador e presidente da Comissão de Educação da Câmara de Suzano, Arnaldo Marin Júnior, o Nardinho; o presidente do Conselho Municipal de Educação de Suzano, Edvaldo Silva; e secretários e diretores municipais de Suzano.

O I Salão Internacional do Livro de Suzano será realizado até 22 de abril, de segunda a sexta-feira, das 9h às 22h, e aos sábados e domingos, das 10h às 22h, no Parque Municipal Max Feffer (avenida Senador Roberto Simonsen x avenida Brasil, no Jardim Imperador). O evento é aberto ao público, com entrada gratuita em todas as atividades.

 

Secom Suzano

 

Receber Noticias por email

Cadastre seu email no campo abaixo

 

Ultimas publicações da região