Página Inicial | Mapa da cidade | Telefones Úteis | Fale conosco | Webmail | Horoscopo e tarot | chat | Receber noticias
Notícias :
Previous Next
Terça, 08 Maio 2012 03:14

Mogi das Cruzes: Semae orienta moradores do Jardim Aeroporto III sobre ligações de água da chuva

Rate this item
(0 votes)

070512---jd-aeroporto---int

Com as obras de urbanização do Jardim Aeroporto III em execução, o Semae vem realizando um trabalho de orientação aos moradores sobre a importância da rede de esgoto e de sua utilização correta. Um exemplo são as ligações da água da chuva, que não devem ser conectadas no sistema de esgoto, o que aumenta os riscos de entupimento, vazamento e retorno dos detritos para dentro das casas.

Mogi das Cruzes: Semae orienta moradores do Jardim Aeroporto III sobre ligações de água da chuva


070512---jd-aeroporto---intO engenheiro Odokar Douglas Magalhães, responsável pelo setor de Manutenção de Esgotos do Semae, lembra que este tipo de ligação existe em muitos locais da cidade. “Muitas vezes as pessoas nem percebem que isso existe na casa, por isso orientamos os moradores a fazerem uma inspeção simples para observar o sistema. Caso haja esta ligação, é preciso fazer sua separação o mais rápido possível”, explica.
Na prática, segundo Douglas, basta que o morador veja o sistema de calhas e identifique para onde a água é conduzida. O correto é que a água saia na sarjeta e, de lá, para os bueiros – que fazem parte do sistema de escoamento de águas pluviais. Há casos, porém, em que os canos que saem das calhas são conectados diretamente na rede de esgoto. Quando isso acontece, o volume de líquido sobrecarrega a rede.
O sistema de esgoto não é projetado para receber este volume extra e, por isso, acontecem os vazamentos. Outra ocorrência comum é o retorno dos detritos para dentro das casas, em ralos ou vasos sanitários. Isso acontece, principalmente, quando o esgoto e a água da chuva encontram uma curva de 90 graus na tubulação. Douglas lembra que os funcionários do Semae têm percorrido as ruas do bairro e orientado os moradores sobre esta situação.
Durante a época de chuvas mais intensas, as conseqüências das ligações irregulares são mais visíveis. Durante o verão, segundo Douglas, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Semae passa a receber um volume 53% maior de material.
O engenheiro lembra que o Jardim Aeroporto vem recebendo obras de infra-estrutura que incluem drenagem e rede de esgoto. “Tão importante quanto instalar a rede de coleta e tratamento de resíduos é utilizá-la de forma correta, prevenindo ocorrências”, finaliza. (MAS)

 

Secom Mogi das Cruzes

Read 582 times Ultima modificação Terça, 08 Maio 2012 06:25
Banner